Próximos EVENTOS


2012 - OFICINAS DE FOGÕES SOLARES

 Braga, Porto, Lisboa

Associados e Amigos da E&O,
De forma a sensibilizar os cidadãos em Portugal, para o tema da protecção e respeito pelo meio ambiente, a E&O está a promover mais uma bela iniciativa. Um curso dedicado ao tema: "Oficina de Fornos Solares", para uma vida mais ecológica, económica e de Responsabilidade Social.
Entidade Formadora: ENGENHO & OBRA

Datas: 
  • Porto - 17 de Julho de 2012, nas instalações do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP)
  • Braga - 6 de Julho de 2012, no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga
  • Lisboa - 20 e 21 de Julho de 2012, ISELx

Mais informações:
 através do telefone 22 834 05 83 
e-mail: secretariado@engenhoeobra.org 
www.engenhoeobra.org
___________________________
Secretariado
Engenho e Obra - Associação para o Desenvolvimento e Cooperação ONGD
Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 431 Edifício R, Sala 103
4200-072 Porto
Portugal
Telefone: +351 22 834 05 83
Telemóvel: +351 96 570 47 11
Fax: +351 22 834 05 83
Página de Internet: www.engenhoeobra.org

---------------------------------------------------------

MAGUSTO SOLAR


11 de Novembro (Dia de São Martinho) e no dia 12 de Novembro de 2011 (sábado) irá realizar-se em cada um dos dias um encontro  sobre  Cozinha Solar  com magusto.
O programa previsto para cada um dos dias é o seguinte:

 

9h15 – Abertura

 
9h30 – Cozinhas solares: tipo painel, tipo caixa, tipo parabólico.
Pontos fracos e pontos fortes dos vários tipos. Aplicação em restaurantes e em cantinas.
Celestino Rodrigues Ruivo; Prof. DEM/ISE/UALG
 
11h00 – Cozinha Solar. Ferramenta pluridisciplinar com elevado potencial pedagógico. Utilidade acrescida em tempo de crise.
Armando Herculano; Eng.º Eletrotécnico
 
12h30 – Encerramento com Magusto Solar (*)
 
(*) A realização do magusto solar estará dependente das condições climatéricas do momento.
Local: Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve-Campus da Penha.             

              Ficha de inscrição- Cozinha Solar, 11 Novembro 2011
*********************************************************************
Nome:___________________________________________
Tel:_____________________________________________
Profissão:________________________________________
e-mail:___________________________________________
Morada: _________________________________________
________________________________________________
Número de identificação fiscal:_______________________
              Ficha de inscrição- Cozinha Solar, 12 Novembro 2011
*********************************************************************
Nome:___________________________________________
Tel:_____________________________________________
Profissão:________________________________________
e-mail:___________________________________________
Morada: _________________________________________
________________________________________________
Número de identificação fiscal:_______________________
Informação adicional:
Prof. Celestino Ruivo (cruivo@ualg.pt, tlm 918319210, tel +351 289800100 (ext. 6571))
ou Secretariado do Dep. Eng. Mecânica Inst. Superior de Engenharia-Universidade do Algarve
Tel: +351 289800166
Fax: +351 289888405

 ................................................................................................................................

                  Oficina de Fornos Solares






1. Introdução
A Engenho & Obra (E&O) – Associação para o desenvolvimento e cooperação O.N.G.D., com sede na Rua Dr. António Bernardino de Almeida, no 431, sala E202, Freguesia de Paranhos, na cidade do Porto, é uma organização não governamental que visa contribuir para melhorar a qualidade de vida das comunidades de países fragilizados, em resposta às suas necessidades, e para a sensibilização dos cidadãos portugueses relativamente ao conceito de cidadania global. Neste sentido, actua em duas grandes áreas: engenharia e formação/educação para o desenvolvimento, de forma a facilitar a autonomia e a sustentabilidade das comunidades alvo e a despertar a consciência colectiva sobre assuntos ligados à dignidade humana e à globalização. Esta iniciativa está em conformidade com os estatutos da E&O e com os objectivos específicos da organização, nomeadamente o empenho para se promoveractividades/acções “para o desenvolvimento sustentável, designadamentenas suas vertentes de ensino, cultura, assistência científica e técnica,emprego e formação profissional “(art. 8 – Objectivos Específicos), podendo estas iniciativas, de entre outras, assumir a forma de cursos, estágios, seminários, colóquios, palestras, conferências, encontros, exposições. Para além disso, o Plano Estratégico da E&O para o ano 2011, em conformidade com a missão da E&O, prevê nas actividades prioritárias, a promoção de cursos a nível de desenvolvimento pessoal, social e profissional.
2. Contexto
A oficina de fornos solares, nasce portanto como uma iniciativa pensada para concretizar estes objectivos, contando com a cooperação positiva entre a E&O e o ISEP do Porto, um dos fundadores da ONGD. A iniciativa liga-se também ao debate nacional e internacional sobre a relevância que a “inovação social” tem vindo a assumir representando um desafio para a sociedade civil: um meio para dar respostas às necessidades concretas de cariz social em muitas áreas da vida de comunidades carenciadas, enquadrando-se perfeitamente na missão da E&O. Mais em concreto a sinergia entre as duas entidades acima mencionadas, permite agora proporcionar um dia de formação aberto a todos os cidadãos que desejam reflectir em torno das temáticas das fontes energéticas alternativas, da segurança alimentar e da responsabilidade e consciência individual em relação à protecção do meio ambiente, visando assim disponibilizar-lhes uma ferramenta que os aproxima dos cidadãos do Sul, na reflexão relativa às problemáticas globais ligadas às questões do ambiente. A nível logístico, o evento poderá ser realizado graças à disponibilização dum espaço adequado às finalidades da oficina, nas instalações do ISEP, à competência técnica de um Engenheiro do ISEP, Armando Herculano, e à capacidade da E&O de aglutinar recursos para oferecer um serviço para todos.

3. Objectivo Geral
Como foi acima mencionado, esta iniciativa representa uma intervenção orientada no sentido de sensibilizar cidadãos em Portugal para o tema da protecção e respeito do meio ambiente, fazendo-o através de uma abordagem prática e de percepção imediata para facilitar a tomada de consciência sobre as alternativas existentes e a assumpção de uma maior responsabilidade individual. A ideia subjacente à oficina de fornos solares consiste numa tentativa de abertura dum canal preferencial e concreto, de diálogo com e entre os cidadãos para os aproximar das comunidades que vivem em contextos diferentes nos Países do Sul. Este aspecto é tanto mais relevante, tendo em conta que a dimensão das nossas vidas é cada vez mais globalizada, apresentando desafios comuns que implicam uma responsabilidade e atenção pessoal maiores.

4. Objectivo Específico
A oficina é um espaço onde as pessoas podem experimentar como se constrói um forno solar, utilizando material de fácil manuseamento, sob a supervisão de um técnico que os acompanha no processo de construção, num contexto de colaboração, de pequenas equipas e onde o resultado do trabalho vai ser partilhado por todos. Os formandos ficam assim capacitados, de forma simples e concreta, num aspecto relacionado com o tema do ambiente, podendo tornar-se actores de mudança, pois, ao fazer uso do seu forno, podem vir a contribuir para uma mudança de hábitos e atitudes.

5. Descrição da actividade
A oficina é estruturada num curso de um só dia (das 10 horas até às 18 horas), num espaço cedido pelo ISEP do Porto, nas suas instalações e orientada pelo formador. Serão constituídas pequenas equipas de dois formandos (20 participantes no máximo) que vão construir os seus próprios fornos solares sob a supervisão do formador. Contribuirão para a preparação do almoço comunitário, seleccionando os alimentos a utilizar e tomarão conhecimento dos cuidados de que o forno precisa antes, durante e depois da preparação. Haverá também espaço para uma discussão sobre o tema relacionado com a fonte energética do sol e as problemáticas concernentes à protecção do ambiente. O encontro termina com a entrega dos fornos, construídos durante o dia pelas equipas, a cada um dos formandos e a entrega de um certificado de participação, emitido pela E&O.

6. Resultados esperados
A construção de fornos solares permite facilitar a tomada de consciência de cidadãos de todas as faixas etárias sobre as questões do ambiente e das energias alternativas. Para além disso, contribui também para que se tornem cidadãos mais responsáveis, informados e eventualmente multiplicadores desta sensibilidade nas próprias famílias e grupos.

7. Impacto
A E&O, fiel à sua linha de acção, está disponível para continuar a proporcionar esta formação também em outras zonas do território Português, achando importante dar seguimento a esta iniciativa de sensibilização.
Consideramos que a mesma pode vir a ser também parte integrante de debates e eventos de maior dimensão sobre o tema do ambiente e das energias renováveis. Estão em fase de avaliação futuras intervenções para disponibilizar fornos solares e capacitar comunidades em países carenciados.

8. Inscrições

secretariado@engenhoeobra.org
 

telf. 228 340 583
telem. 965 694 926